Ir para site do PS/Açores
DSC02102 (2)

Na primeira reunião como coordenador dos Socialistas da Comissão das Pescas do Parlamento Europeu, Ricardo Serrão Santos, voltou a defender a pesca artesanal do atum praticada nos Açores. Na reunião onde a Presidência maltesa apresentou as suas prioridades, o eurodeputado instou a Presidência e a Comissão Europeia a acompanharem com maior atenção a forma como está a ser praticada a pesca industrial do atum. Para o socialista “a utilização massiva de FADs (mecanismos de agregação de pescado) pelas frotas industriais concentra animais de tamanho pequeno a médio e diminui os trajectos migratórios. As consequências podem incluir a perturbação ecológica e o desaparecimento dos animais em geografias mais remotas”.

O eurodeputado socialista, que é cientista marinho, voltou a referir que “a utilização destes equipamentos de forma não estudada e pouco regrada pode já estar a ter consequências nas frotas artesanais de regiões distantes, como é o caso dos Açores onde os atuns escasseiam há vários anos”.

A Comissão das Pescas do Parlamento Europeu está, neste momento, a discutir um regulamento sobre “medidas técnicas para a conservação dos recursos marinhos”. No âmbito deste diploma poderão ser consagradas medidas que visem regular de forma mais  restritiva a utilização dos dispositivos de agregação de pescado, FADs.

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Deixe um comentário