Ir para site do PS/Açores
Copo de leite

Esta terça-feira, na sessão plenário do Parlamento Europeu em Estrasburgo, o eurodeputado Ricardo Serrão Santos defendeu, a propósito da etiquetagem de origem dos produtos lácteos, que a única posição defensável é que esta “diga respeito ao local onde é recolhido o leite e não ao local onde este é processado”.

Para o socialista “esta posição é a única passível de se defender moralmente, porque é a única que defende realmente os produtores primários e o equilíbrio territorial. É provavelmente também este aspecto que requer uma tomada de decisão mais imediata ao nível europeu”.

O debate contou com a participação do Comissário da Agricultura, Phill Hogan, que em resposta à intervenção de Ricardo Serrão Santos reconheceu a “alta qualidade dos produtos lácteos açorianos e o facto destes representarem 26% do mercado português” tendo declarado entender as preocupações do eurodeputado açoriano pois “este tema tem especial relevância para os Açores”.

Recorde-se que a Comissão Europeia publicou, em Maio deste ano, um estudo sobre a etiquetagem de origem do leite e produtos lácteos e alguns tipos de carne. O estudo avalia a pertinência da obrigatoriedade da etiquetagem de origem em função da repercussão do custos no consumidor e da própria manifestação das preferências do consumidor no momento da compra.

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Deixe um comentário