Ir para site do PS/Açores
DSC00134

Esta quinta-feira, decorreu no Parlamento Europeu, em Bruxelas, a 35ª Assembleia Geral da Comissão das Ilhas da Conferência das Regiões Periféricas Marítimas Europeias. O eurodeputado Ricardo Serrão Santos participou nos trabalhos tendo intervindo no sentido de destacar o papel da CRPM ao afirmar que esta “é um valioso parceiro das instituições europeias. É assim que, desde há vários anos, o Parlamento Europeu conta com o apoio da CRPM, principalmente através dos pareceres que submete e que enriquecem muitos dos relatórios produzidos”.

O eurodeputado chamou a atenção para os tempos complicados que se avizinham, especialmente para as regiões periféricas. “É nestas áreas que a Europa está mais exposta às alterações climáticas, está mais exposta às pressões de países terceiros e são as áreas mais periféricas que têm maior dificuldade em chegar ao centro, onde está o mercado”. “Mesmo assim, é na periferia da Europa que se encontra quase metade da sua população. A CRPM aglutina regiões que totalizam 200 milhões de cidadãos”, lembrou o eurodeputado.

Serrão Santos disse que enquanto deputado Europeu tem trabalhado de perto com a CRPM, essencialmente ao nível do seu braço armado no Parlamento, o intergrupo “Mares, Ilhas, Rios e Áreas Costeiras”. “Participei em reuniões sempre tentando chamar a atenção para a necessidade de utilizar os recursos com sustentabilidade e com respeito pelas características de cada local”

Para o socialista “as prioridades desta instituição (a CRPM) incorporam-se, sem ressalva de maior, nas prioridades da União Europeia. Entre estas, destaco a prioridade dada à política de coesão enquanto forma de reforçar aspectos económicos, sociais e territoriais, a procura de novas soluções, como o crescimento azul e o planeamento espacial marítimo enquanto factores de promoção do progresso sustentável e a promoção de acessibilidades que facilitem o movimento de pessoas e bens”.

O Presidente do Governo dos Açores, Vasco Cordeiro, preside desde setembro de 2014 a este órgão de cooperação inter-regional que integra cerca de 150 regiões de 28 Estados Europeus, agregando cerca de 200 milhões de cidadãos europeus, interveio na sessão de abertura.

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Deixe um comentário