Ir para site do PS/Açores
Ricardo Serrão Santos no mercado da graça

Numa intervenção em Estrasburgo, na reunião plenária desta terça-feira do Parlamento Europeu, sobre as negociações da parceria estratégica com os Estados Unidos (Transatlantic Trade and Investment Partnership – TTIP), o Eurodeputado, Ricardo Serrão Santos, alertou a Comissão Europeia para os termos do pacto trasantlântico.

No uso da palavra Serrão Santos, referindo-se em especial ao sector agrícola, afirmou que “relativamente aos termos do pacto transatlântico, não sejamos inocentes, nem tenhamos ilusões: haverá ganhos mas também haverá perdas. Sei que se anunciam ganhos potenciais, mas preocupam-me em particular as perdas potenciais que se anunciam no sector agrícola. Faço aqui um apelo para que os agricultores europeus não sejam tornados reféns de um potencial acordo”.

Chamando a atenção para as especificidades dos Açores nesta matéria, o eurodeputado disse, ainda, que “há riscos claros, por exemplo, no sector da carne e dos lacticínios em que os Estados Unidos são altamente competitivos em termos de preço. O risco é ainda maior para economias agrícolas de pequena escala, como é o caso por exemplo dos Açores”. Na sua intervenção Serrão Santos defendeu que se “estabeleçam os equilíbrios necessários para a preservação e dinamização da prática da agricultura na Europa, sobretudo onde a atividade agrícola adquire uma preponderância especial e é dificilmente substituível como atividade económica”.

O eurodeputado socialista apontou ainda a necessidade de “assumir uma posição negocial firme e preservar as normas de qualidade de produção europeias e as indicações geográficas que são ambas parte da vantagem competitiva da UE” reafirmando que “os agricultores têm uma função social, económica e ambiental que é absolutamente vital para a Europa”.

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Deixe um comentário